IELACHS

De acordo com o Estatuto aprovado por meio da Portaria SESU nº 843, publicada no D.O.U de 27 de setembro de 2007, na estrutura organizacional da UFTM estão previstos os institutos acadêmicos: “Órgãos substancialmente acadêmicos, com autonomia dentro de sua especificidade e orientandos a áreas de conhecimento, designados a conceber e administrar as políticas e estratégias relativas ao ensino, à pesquisa e à extensão. Congregam os docentes, os departamentos didático-científicos, as disciplinas, os laboratórios e os órgãos suplementares afins” (Título II, Capítulo 10, Inciso III).

Também o Regimento Geral da UFTM estabelece, em seu Capítulo V, Artigo 39, que os Institutos são unidades acadêmicas estruturadas com base nas grandes áreas do conhecimento. Diante disso, em Assembleia dos professores dos cursos de licenciaturas, realizada no dia 22/04/2010, foi proposta a criação do Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais (IELACHS). No dia 01/06/2010, a proposta foi apresentada e aprovada na Congregação da UFTM.

O IELACHS iniciou suas atividades em 02/08/2010, com a nomeação da Diretora pro tempore – Profa. Cibele Chapadeiro do Curso de Psicologia. Inicialmente, o IELACHS foi composto por professores dos cursos de licenciatura em Geografia, História e Letras (Português-Espanhol, Português-Inglês); cursos de bacharelado em Psicologia, Serviço Social, professores do Ciclo Comum de Formação e professores da área de Educação, assim como técnicos administrativos e técnicos para assuntos educacionais.

Em assembléia realizada no dia 01/09/2010, os docentes discutiram a organização e a composição das primeiras representações do IELACHS no Conselho Superior da UFTM (CONSU). No dia 15/09/2010, também reunidos em assembleia, definiram que o Instituto seria composto pelos departamentos de Educação, Estudos Literários, Línguas Estrangeiras, Linguística e Língua Portuguesa, História, Psicologia da Saúde e Processos Básicos, Psicologia Clínica e Sociedade, Psicologia do Desenvolvimento, da Educação e do Trabalho, Serviço Social e Geografia.

Após essa etapa de indicação de representação no CONSU, definição de departamentos, assim como seus coordenadores, indicação dos membros dos membros do colegiado do instituto, iniciou-se a construção do regulamento interno do IELACHS, ao que se seguiria a constituição de uma comissão eleitoral para a eleição do diretor efetivo. No dia 26/10/2011, os docentes do Instituto elegeram, para um mandato de dois, o Prof. Fábio César Fonseca e Prof. Flávio Henrique dias Saldanha, respectivamente, para diretor e substituto legal do IELACHS. Os dois foram reeleitos para um segundo mandato de dois anos.

Atualmente, o IELACHS continua composto pelos cursos de Psicologia, Letras, Serviço Social, Geografia e História. A composição dos departamentos foi reduzida para 09: Educação, Estudos Literários, Filosofia e Ciências Sociais, Línguas Estrangeiras, Linguística e Língua Portuguesa, História, Psicologia, Serviço Social e Geografia. Como área suplementar possui somente o CEPPA – Centro de Estudos e Pesquisa em Psicologia Aplicada. Possui 22 laboratórios que estão distribuídos entre as diferentes linhas de pesquisas dos cursos.