Administração

 

Histórico da UFTM, do Cefores:    Anteriormente denominada Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro - FMTM, fundada em 1953, foi transformada em Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, no ano de 2005, tendo sua dedicação ao ensino reconhecida por diferentes indicadores nacionais, como o IGC 2008 (Índice Geral de Cursos), que classificou a Instituição com conceito máximo, posicionando-a entre as melhores, com a 3ª colocação de Minas Gerais e a 6ª do País.

 

            Além da tradição no ensino, a UFTM conquistou, ao longo de 57 anos de existência, o reconhecimento nacional e internacional das atividades de pós-graduação, pesquisa e extensão que desenvolve. Na pesquisa, tem dedicado especial atenção à doença de Chagas, à Esquistossomose, à Leishmaniose e outras doenças tropicais comuns na região.

 

           Em pleno processo de desenvolvimento, a UFTM reconhecidamente mantém sua qualidade, expandindo-a para novas áreas do conhecimento e aumentando a oferta de um ensino que busca contribuir para a ciência e para o desenvolvimento da sociedade.

 

            Missão: de acordo com o Estatuto em vigor, a UFTM tem por missão:
 “Atuar na geração, difusão, promoção de conhecimentos e na formação de profissionais conscientes e comprometidos com o desenvolvimento sócio-econômico, cultural e tecnológico, proporcionando a melhoria da qualidade de vida da população”.

 


1953   Fundação da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro

 

1954   Criação do Curso de Graduação em Medicina

 

1960   Federalização da Escola de Medicina

 

1972   Transformação da FMTM em Autarquia Federal

 

1982   Inauguração da sede do Hospital Escola

 

1987   Criação do Curso de Pós-Graduação em Patologia

 

1989   Criação do Curso de Graduação em Enfermagem

 

1990   Implantação do Centro de Formação Especial de 2º grau em Saúde - CEFORES

 

1997   Criação do Curso de Pós-graduação em Medicina Tropical e Infectologia

 

1999   Criação do Curso de Graduação em Biomedicina

 

2005   Transformação em Universidade Federal do Triângulo Mineiro- UFTM

 

2006   Criação do Curso de Graduação em Nutrição

 

2006   Criação do Curso de Graduação em Fisioterapia

 

2006   Criação do Curso de Graduação em Terapia Ocupacional

 

2006   Criação do Curso de Graduação Letras ( Português-inglês e Português-espanhol)

 

2007   Criação do Curso de Pós Graduação em Fisiologia Celular

 

2007   Criação do Curso de Pós Graduação em Saúde e Enfermagem

 

2008   Criação do Curso de Graduação em Psicologia

 

2009   Criação do Curso de Graduação em Educação Física

 

2009   Criação do Curso de Graduação em Serviço Social

 

2009   Criação dos Cursos de Graduação de Licenciatura em: Geografia, Historia, Física, Química, Matemática

 

2010   Criação dos Cursos de Engenharias: Alimentos, Ambiental, Civil, Elétrica, Mecânica, Produção e Química

 

 

 

 

 

            O CEFORES foi criado em 1990 através da Portaria SENETE/MEC n.º. 73, seis Cursos constavam no bojo da proposta voltados a profissionalização em Saúde. Contudo, com o tempo houve a dissolução do CFE e surgiu a nova L.D.B – Lei de Diretrizes e Bases, a Lei n.º. 9394/96 que passa a nortear a educação Brasileira. Surgiram daí as Diretrizes Nacionais da Educação Profissional e, em seguida os referenciais curriculares nacionais da Educação Profissional de nível técnico, apoiados nos ditames da Legislação pertinente, desde a Emenda n.º. 14 da Constituição Federal, a Lei n.º 9394/96, o Parecer CNE/CEB N.º. 16/99 e, em conseqüência, a Resolução CNE/CEB n.º. 04/99 e anexo. Esta resolução, por seus quadros anexos das áreas profissionais e cargas horárias mínimas. Abrindo um leque para novos cursos não só relacionados a área da saúde. Foram criados outros novos cursos entre eles o Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Informática.

.